Como funciona o pronto-atendimento?

Muitas pessoas, ao contratar um plano de saúde, ficam em dúvida quanto aos tipos de consultas que podem marcar. O pronto-atendimento, por exemplo, é liberado 24 horas após a contratação do plano, mas em que situações ele pode ser utilizado?

Diferente de uma consulta normal que precisa ser agendada, o pronto-atendimento ou emergência é um tipo de atendimento no qual o beneficiário será atendido imediatamente.

Pela lei, um novo beneficiário tem carência de 24 horas para a utilização dos serviços de emergência e pronto-atendimento.

O foco do pronto-atendimento é prestar serviço em casos de emergência médica. Sintomas de doenças crônicas ou doenças esporádicas como gripe, por exemplo, podem ser tratadas no pronto atendimento.

A emergência médica também atende situações de risco como acidentes automobilísticos e domiciliares.

Agora, quem precisa de uma consulta mais especializada ou está em tratamento médico precisa agendar uma consulta com especialista com hora marcada.

Quando utilizar o pronto-atendimento/emergência?

O ideal é utilizar o serviço de emergência com bastante rigor, afinal o preço de uma consulta desse tipo é muito mais elevado do que uma consulta normal com horário marcado.

Pensando nisso, a prioridade deve ser sempre a consulta agendada, o pronto atendimento deve ser usado somente em última instância.

Normalmente, as operadoras oferecem consultas com clínico geral e ortopedista nos pronto atendimentos. Especialidades médicas diferente dessas, precisam ser agendadas.

Deixe um comentario

Postagens recentes

#Curta nossa Fan Page