Planos de saúde para Crianças: Principais dúvidas

Crianças brincam, pulam, andam, se machucam… A vida ativa dos pequenos demanda cuidados e por esse motivo muitos pais optam por contratar um plano de saúde. Porém, existem algumas dúvidas acerca desse tipo de contratação.

Pensando nisso, separamos algumas das principais dúvidas e vamos saná-las à seguir.

Como contratar um plano de saúde para crianças?

O processo de contratação é o mesmo utilizado para adultos. A modalidade do plano é escolhida e então o futuro beneficiário passa a contar com o apoio da rede credenciada da operadora.

Qual o valor de um plano para crianças?

Assim como acontece nas contratações regulares, o valor do plano é determinado pelas características da modalidade e também pela faixa etária do beneficiário.

Por padrão, crianças pagam um valor muito baixo. Isso porque a demanda do plano nessa fase é muito baixa.

Os principais serviços a serem utilizados na maioria dos casos são: Pediatria, Otorrinolaringologia e ortopedia.

Como incluir uma criança como dependente?

Em situações normais, a inclusão do dependente é feita de forma automática, no momento da contratação. Basta o beneficiário informar os dados relativos ao dependente.

Recém-nascidos podem ser inclusos em um plano de saúde?

Absolutamente sim! A contar a partir da data de nascimento, o beneficiário titular tem até 30 dias para incluir o novo dependente no plano, sem a necessidade de aguardar os períodos de carência.

Deixe um comentario

Postagens recentes

#Curta nossa Fan Page