Upselling em Planos de Saúde

O upselling é uma prática muito comum nos setores comerciais e pode ser adotada também na venda de planos de saúde. Fazer com que o beneficiário faça um upgrade para uma modalidade de plano melhor, pode ser uma ótima opção.

A estratégia com upselling visa ofertar um serviço ou produto com maior valor agregado a um cliente que já o possua em uma versão inferior.

No cenário de venda de planos de saúde essa prática é bastante comum, isso porque o ganho com upgrades de planos de saúde pode ser bem considerável.

A maioria dos beneficiários aderem a uma modalidade de entrada, com opções mais básicas, devido ao preço.

Porém, ao se depararem com situações as quais seu plano não cobre, são obrigados a contratarem um plano mais completo. Exatamente nesse ponto, o upselling acontece.

Quando acontece o upselling em planos de saúde?

O beneficiário entra em contato com seu corretor e reajusta sua modalidade. Dessa forma, o corretor ganha seu percentual de comissão em cima do upselling gerado.

No cenário acima, o beneficiário entra em contato com o corretor. Porém, uma ação ativa por parte do corretor também é válida.

Por exemplo, o corretor pode fazer o levantamento de quais dos seus clientes aderiram à modalidade de plano mais básica, com um timming (tempo de contrato) de pelo menos seis meses.

A partir desse levantamento, poderá entrar em contato com estes beneficiários e oferecer um upgrade em seus planos.

Quanto mais informações o corretor tiver, maior serão as chances de um upselling. Dados como histórico de consultas, exames e possíveis doenças diagnosticadas, podem ser utilizadas em um processo de upselling.

Por padrão, o ideal é entrar em contato com beneficiários que aderiram aos planos de entrada, oferecendo um plano melhor. Planos intermediários podem sofrer um downgrade, caso a estratégia de upselling não funcione corretamente.

Deixe um comentario

Postagens recentes

#Curta nossa Fan Page